Comporte-se, (Redes Sociais) o mundo está de olho em você

Não tenha dúvida,profissionais de recursos humanos, em processo de recrutamento de profissionais, darão uma olhada nas redes sociais.

Quando você digita alguma mensagem em um post, compartilha vídeos, áudios e fotos, está abrindo as portas da sua alma. Está convidando as pessoas a conhecer suas preferências, temores, inseguranças e alegrias. Não está trocando uma mensagem criptografada via WhatsApp com somente um interlocutor, e sim expondo sua vida na maior janela do mundo: a Internet.

Não tenha dúvida de que os profissionais de recursos humanos, em processo de recrutamento de profissionais, darão uma olhada nas redes sociais. É até óbvio isso, porque o brasileiro é um dos internautas que ficam mais tempo conectados. Então, qual o melhor lugar para conhecer alguém antes de chamá-lo para uma entrevista pessoal?

Na verdade, até a entrevista já é feita por meio de aplicativos como o Skype. E cada vez mais há pessoas contratadas para trabalhar remotamente, no conforto do lar.

Só por esses motivos, já deveríamos nos comportar, na web, como o faríamos na rua se houvesse bilhões de pessoas nas proximidades. Isso significa não exagerar nos debates políticos e esportivos, nem abusar do relativo anonimato para ofender, assediar e discriminar pessoas.

Uma empresa não está interessada em pessoas racistas, xenófobas, homofóbicas ou que se julguem superiores pelo conhecimento, renda, aparência, região de nascimento etc.

Um comentário infeliz, com a desculpa de que se trata de um gracejo, pode acabar precocemente com uma carreira profissional. Sem contar que provocará a ira de centenas e até milhares de pessoas, criando uma energia ruim, muito negativa. Quem nasceu nos últimos 20 anos já se deparou com um microcomputador ao tomar consciência do mundo à sua volta. Também se acostumou com celulares, tablets e outros dispositivos móveis. Tem mais familiaridade, portanto, com a etiqueta das redes sociais, do mundo digital.

Ainda assim, há jovens, adultos e idosos que não se dão conta de não estar dialogando com o smartphone ou o micro, e sim com milhões de usuários daquele espaço. Descontrole emocional, falta de educação e inconfidências podem ganhar uma dimensão jamais sonhada. Generalizações, estereótipos sociais e brincadeiras de mau gosto serão rapidamente vistos, avaliados e criticados.

Antigamente, os pais ensinavam os filhos para que, dentre outras coisas, tratassem o próximo com gentileza e educação. Atualmente, esse polimento deve entrar conosco no Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram, no WhatsApp, bem como na troca de e-mails e de torpedos. A comunicação é instantânea, e as mancadas planetárias.

*André Navarrete – é presidente do Optmize Group e do Grupo De Gestores de TI (GGTI); vice-presidente da Associação dos Usuários de Informática e Telecomunicações de Pernambuco (Sucesu – PE).

Fonte: Administradores.com

Venha fazer a divulgação de seu currículo para empresas parceiras!

Também faço alteração de layout de seu currículo, quer sabe mais? 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *