Estágio, entenda sua importância!

Passar no vestibular não dá aquela sensação de ter cumprido o dever? Você estudou muito, ralou para conseguir superar a nota exigida na prova de ingresso e conseguiu! Porém, pense bem: você entrou na faculdade e agora está aprendendo na teoria o que deve fazer na carreira que escolheu. Mas, e depois, onde você vai usar isso tudo? Aí é que começa outra batalha: a busca pelo estágio.

Essa etapa é importante não só para você ter uma experiência profissional a mais no seu currículo, ela serve também para agregar conhecimento prático e ajudar você a escolher que tipo de atuação seguir dentre as possibilidades que sua profissão oferece. Alguém que está cursando Relações Públicas, por exemplo, pode optar por atuar em diversas áreas: eventos, assessoria de imprensa, pesquisa de opinião pública, comunicação integrada, gerenciamento de crises, e por aí vai…

Mas não se desespere! Geralmente, os processos seletivos para estágio ocorrem durante o ano todo, basta ficar atento. Na maioria das vezes, as empresas cadastram os interessados em concorrer a essas vagas através de seus próprios sites, realizando a divulgação em páginas de educação e de empregos. Por isso, outra opção para aumentar suas chances nessa “caça” é se cadastrar em sites de agências de empregos e recursos humanos.

É preciso tomar cuidado, no entanto, antes de começar um estágio. Um dos problemas mais comuns é o estagiário se inscrever em um processo seletivo acreditando que suas funções serão de acordo com a sua área de atuação e depois de conseguir a vaga, ter que exercer atividades que nada tem a ver com aquilo que estuda. Muitas empresas fazem isso: contratam jovens para fazer aqueles trabalhos que ninguém mais quer, ou seja, dão para os estagiários o trabalho chato!

O único jeito de tentar fugir disso é pesquisando sobre a empresa antes e vendo se o plano de estágio e os valores da empresa combinam com os seus objetivos. E caso você acabe entrando em uma empresa que não cumpra o seu programa de estágio, converse com eles sobre seus objetivos e suas necessidades como estagiário. Só não deixe a situação se estender, porque você pode até sair de lá com experiência para por no currículo, mas de fato não terá aprendido o que deveria.

Outro problema comum é o estudante se candidatar a vagas que estão fora do seu perfil profissional e que como estágio não irão acrescentar nada à sua formação acadêmica. A maioria das vezes os estudantes aceitam um estágio não relacionado ao seu curso por causa do salário, mas o resultado não é positivo. Além do estudante não aprender sobre sua área, o estágio não valerá como experiência para futuros empregos.

por
Sr. Carreira

Posso lhe ajudar a aumentar suas chances de arrumar seu novo emprego

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *