Identificar oportunidades e ameaças…

Oportunidades

Seja qual for a área que definiu para a sua estratégia de marketing pessoal, é essencial um conhecimento prévio para que seja possível identificaras boas oportunidades e possíveis ameaças.

A seguir são relacionadas algumas perguntas para a reflexão e identificação de oportunidades ou ameaças. A mesma pergunta pode ajudar a identificar tanto uma oportunidade como uma ameaça.

Por exemplo, no caso da pergunta “como está o mercado em que trabalho?”, se o mercado está estagnado ou em declínio, é uma ameaça à sua carreira, o que necessita de ações como investir em novas oportunidades de trabalho. Se o mercado estiver em crescimento, deve-se refletir em como aproveitar para evoluir profissionalmente.

Imagem e apresentação

*Que imagem passa para o mercado e para as pessoas? * De que forma enquadra essa imagem aos ambientes e situações?

Conhecimentos

  • O que há de novo na sua área profissional e no seu ramo de atividade (e na empresa se estiver enquadrado numa)? *Mantém-se sempre informado e desenvolve os conhecimentos que precisa para manter-se competitivo? *Consegue surpreender e ir para além do esperado?

Relacionamentos

*Que impacto tem perante as outras pessoas? *Qual a sua reputação? *Consegue ter a percepção do que os outros pensam sobre si?

Finanças

*Tem conhecimento de novas regras, leis e outras informações financeiras que podem aumentar os rendimentos? *Tem a noção de quais os melhores momentos para realizar certas despesas ou poupar?

Saúde

*Como regula os fatores externos de forma a evitar que o stress do dia-a-dia se transforme em doenças e outros problemas? * O que o fragiliza emocionalmente? As emoções debilitadas podem ser fatores de doença?

Trabalho

*Fazer uma análise de mercado. Quais as tendências da sua área, expansão, declínio ou estagnação? *Que ramos de atividade pode ser uma boa aposta e que estão em expansão? *Que mudanças existem relativamente às necessidades do mercado de trabalho ou da empresa onde trabalha?

Cidadania e voluntariado

*Tem acompanhado os acontecimentos a nível social e político?

Forças e fraquezas

Fazer uma análise detalhada das nossas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, permite ter uma boa percepção de todos os potenciais ativos de ataque e de todas as limitações a trabalhar e assim encontrar / recriar vantagens competitivas pessoais.

Perder o emprego, auto-estima e ansiedade

Vivemos tempos conturbados, em que por diversos motivos a pressão da mão de obra barata das economias emergentes tem vindo a afetar a empregabilidade de algumas economias, não perder o emprego passou a ser uma das maiores preocupações da maioria das pessoas, mas por vezes as circunstâncias não permitem que mantenha a tão desejada estabilidade profissional. Perder o emprego pode trazer algumas consequências nefastas além da questão financeira, a autoconfiança sofre um abalo quando se depara como desemprego na sua vida. Neste artigo irei descrever a minha versão do que penso que irá suceder na sua vida após perder o emprego, a nível pessoal e familiar, bem como a melhor forma de recuperar a sua auto-estima mantendo níveis aceitáveis de ansiedade.

Ser despedido ou perder o emprego e a autoconfiança

Perder o posto de trabalho sem ter qualquer culpa provoca uma quantidade enorme de stress e ansiedade, podendo ser comparado a um divórcio, a morte de um familiar chegado ou mesmo ir para a cadeia. É uma das situações mais stressantes a que uma pessoa pode ser submetida na nossa sociedade, nem todos sentem o mesmo nem reagem da mesma forma, isso porque a autoconfiança varia de pessoa para pessoa.

As pessoas que fazem parte da vida de quem perdeu o trabalho e agora se encontra no desemprego, não entendem o turbilhão de emoções, sentimentos e pensamentos que de um momento para o outro passam a fazer parte da vida daquela pessoa. Caso se encontre nesta situação, entenda, as pessoas que fazem parte da sua vida estão apenas a tentar ajudar, mas como não passaram pelo mesmo é difícil para elas entender o seu sofrimento, as pessoas que o rodeiam sentem de forma diferente a situação pela qual está a passar neste momento.

A sua dor é real, a ansiedade que está a sentir neste momento é real, não a negue, perder o emprego deixa um vazio enorme e é normal sucederem ataques de pânico. O que é normal, pois é uma situação que pode ser comparada ao luto, o seu trabalho foi sem dúvida uma grande parte de si, por vezes misturando a sua identidade pessoal com o seu trabalho que desempenhava, “Olá, eu sou web designer…” é um dos exemplos de como se passa a identificar com o seu trabalho.

Procurar emprego, o regresso ao trabalho

Quando se sentir preparado para regressar ao mercado de trabalho, e esse momento irá chegar, mais tarde ou mais cedo, comece a registrar as suas capacidades técnicas e profissionais adquiridas ao longo do seu percurso profissional. Depois de colocar no papel todas as valias que adquiriu analise se existe alguma coisa que precise aprender ou melhorar para voltar em força num emprego que seja do seu agrado.

À medida que vai adquirindo novas valias a sua autoconfiança irá aumentar e a ansiedade diminuir, irá sentir-se novamente de volta ao jogo e com mais força que nunca. Encare este processo como uma oportunidade para se renovar e procurar aquele emprego que sempre sonhou ou para aceitar um trabalho que pode parecer um passo atrás na sua carreira, mas que lhe dará a estabilidade necessária para continuará procurar o emprego que realmente deseja.

Após começar a enviar currículos para várias empresas prepare-se para as perguntas das entrevistas de emprego e sem descurar a importância de causar um impacto positivo nas entrevistas de emprego lembre-se que é tão importante saber vender o seu conhecimento como a sua imagem, o seu marketing pessoal assenta tanto no que vale como na forma que utiliza para demonstrar o seu valor, não é apenas o conteúdo que conta, mentalize-se que uma boa apresentação aumenta de forma drástica as suas possibilidades de conseguir aquele emprego que tanto deseja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *