Motivos que levam bons funcionários a pedirem demissão

1 – Eles se sentem sobrecarregados

Muitas empresas trabalham com a lógica de que o funcionário deverá se sentir feliz e reconhecido quando começar e ficar responsável pela realização de mais e mais tarefas. Isso, na verdade, é uma medida bastante perigosa, já que é até possível que o funcionário se sinta bem, no início, mas, com o passar do tempo, a sobrecarga o desmotiva e pode fazer com que ele queira deixar o trabalho, com a sensação de que o acúmulo de tarefas é, na verdade, uma forma de ser punido pelo bom desempenho.

Só para você ter ideia, pessoas que trabalham mais de 50 horas por semana comprovadamente têm rendimentos menores. Além do mais, vale lembrar que funções extras deveriam vir acompanhadas de rendimentos extras também, hein!

2 – Não são avaliados nem elogiados

Todo mundo gosta de elogios, e essa é uma máxima muito verdadeira. Se o funcionário realiza seu trabalho com esmero, é óbvio que ele quer ser elogiado e reconhecido por isso. Bons gestores sabem o que faz com que sua equipe se sinta motivada e aprendem a reconhecer o esforço dela.

3 – Trabalhar em uma empresa que não se preocupa com seus funcionários

Mais da metade das pessoas que pedem a demissão faz isso justamente por ter uma má relação com seus superiores. Com isso em mente, empresas com gestores sagazes já fazem de tudo para manter um equilíbrio entre o lado profissional e o humano, afinal é muitas vezes uma carência nessa área que faz com que vários bons profissionais prefiram ir embora.

Bons funcionários sentem a necessidade – e sabem que é o que merecem – de trabalhar em um lugar que celebre seu sucesso, que seja solidário com seus problemas e que os desafie de maneira saudável e inteligente.

4 – Precisar conviver com pessoas que não honram seus compromissos

Uma boa maneira de perder um funcionário excelente é prometer algo a ele – um aumento salarial, um computador melhor, uma nova função – e deixá-lo a ver navios. Quando um chefe faz uma promessa, as pessoas passam a acreditar nele, e não cumprir o que diz é um péssimo negócio.

5 – Ver pessoas erradas sendo promovidas ou contratadas

Funcionários dedicados querem ser reconhecidos, e é por isso que fazem o trabalho bem-feito. Se mesmo assim eles percebem que alguém menos qualificado é promovido enquanto eles não são, acabam ficando desmotivados e perdem a vontade de trabalhar como antes – afinal, sabem que não terão o devido reconhecimento. Na hora de promover e contratar, é fundamental conhecer bem todos os funcionários envolvidos.

6 – Eles não sentem que podem correr atrás daquilo que amam

Funcionários talentosos são pessoas apaixonadas pelo que fazem, e seu combustível é ver que têm oportunidades de alcançar novos objetivos e aprender com novos desafios. Ter essa vontade freada constantemente é algo que, sem dúvida, faz com que essas pessoas sintam que não deveriam estar mais trabalhando como antes. A verdade é que já é comprovado que as pessoas podem, sim, aliar suas paixões com sua rotina de trabalho – e isso é inclusive melhor para a empresa.

7 – Eles sentem que não têm suas habilidades desenvolvidas e aproveitadas

Bons chefes estão constantemente avaliando o desempenho de sua equipe e dando feedbacks. Aquela história de que “fulano é bom no que faz e não precisa de supervisão” é apenas uma maneira de fazer com que o funcionário se sinta “emperrado” em sua função. Bons chefes querem sempre que sua equipe desenvolva mais e mais habilidades.

8 – Não sentir que a sua criatividade tem espaço

Pessoas talentosas têm o desejo natural de buscar fazer o melhor sempre e, para isso, precisam ter novas ideias e pensar “fora da caixa”. Impedir que o funcionário traga novas sugestões é uma forma de, aos poucos, fazer com que ele perca o interesse e acabe indo buscar outras oportunidades de crescimento.

9 – Não se sentir desafiado em termos intelectuais

Não é bacana trabalhar em um local que não permite que o trabalhador aprenda coisas novas, cresça e se sinta melhor como pessoa também, e não apenas profissionalmente. Chefes realmente competentes são aqueles que estabelecem metas capazes de extrair o melhor de cada pessoa de sua equipe, incentivando que todos cresçam, aprendam e construam. Bons chefes fazem de tudo para que seus funcionários tenham sucesso.

Pessoas talentosas e muito inteligentes não gostam de perder tempo fazendo coisas chatas e monótonas, e, quando se encontram nesse cenário, é bem possível que já estejam procurando outras formas de ganhar a vida.

FONTE(S) BUSINESS INSIDER/TRAVIS BRADBERRY

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *