Motivos pelos quais os melhores abandonam o barco… (demissão)

  1. Trabalho em excesso.

Nada pode ser mais prejudicial a um bom funcionário do que enchê-lo –literalmente—de trabalho. É muito tentador passar todos os “abacaxis” ( demissão )pra quem resolve tudo, e muitos gestores caem nessa armadilha. Dar trabalho a mais para os melhores profissionais cria o efeito contraditório: eles se sentem punidos pela boa performance, além de ser contraprodutivo. Uma pesquisa feita pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, mostrou que a produtividade por hora declina rapidamente quando as horas trabalhadas na semana ultrapassam as 50, chegando a níveis alarmantes quando esse número ultrapassa as 55 horas.

Se você precisa aumentar o trabalho dos melhores profissionais, é melhor melhorar seu status também. Empregados talentosos vão abraçar o trabalho extra, mas não vão permanecer se sentirem que o trabalho os sufoca. Aumentos, promoções e mudanças de cargos são boas alternativas. Se você simplesmente aumentar o trabalho sem mudar nada, eles vão procurar outro emprego.

  1. Não reconhecer o bom trabalho.

Isso é muito importante: é preciso reconhecer a boa performance. Seja com reconhecimento público, ou dinheiro, isso precisa acontecer. Senão, você terá essas pessoas cada vez menos estimuladas em darem o melhor de si.

  1. Não dar a mínima para os empregados.

Mais da metade das pessoas que pedem demissão fazem isso por causa do seu relacionamento com seus chefes. Algumas empresas tentam garantir que seus gestores saibam o equilíbrio entre ser profissional e ser humano. Esses são os gestores que sabem celebrar o sucesso de um empregado, têm empatia com aqueles que estão passando por problemas, e desafiam as pessoas, mesmo quando parece difícil. Chefes que falham em se preocupar genuinamente com seu time terão sempre um turnover mais elevado. É muito difícil trabalhar oito horas por dia para alguém que só está interessado na sua produtividade.

  1. Fazer promessas que nunca se concretizam.

Fazer promessas às pessoas colocam você na linha entre fazê-las extremamente felizes e vê-las sair pela porta. Quando você se compromete com algo, e cumpre sua promessa, você ganha confiança – quando o contrário acontece, o resultado é o pior possível. Se nem o chefe cumpre as promessas, por que os outros deveriam fazê-lo?

  1. Contratar e promover as pessoas erradas.

Bons profissionais querem trabalhar com pessoas parecidas. Quando gestores não contratam as pessoas certas, o novo colega pode se tornar um grande desmotivador. Promover as pessoas erradas é pior ainda. Quando você promove aquela pessoa por uma razão mais política que meritocrática, o gesto pode ser visto de forma extremamente negativa. Isso é uma razão forte para os melhores profissionais começarem a buscar novas oportunidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *